cao gripe 3.jpg

Você sabia que os cães também podem pegar gripe?

Nessa época do ano, onde o clima começa a oscilar e a temperatura ambiente esfria, muitas vezes bruscamente, aumentam os casos de enfermidades respiratórias entre os humanos e animais.

 

 

A Bordetella bronchiseptica e o vírus da parainfluenza canina são os agentes mais comumente isolados de cães com gripe. Entretanto, outros vírus e bactérias podem influenciar no progresso clínico e resultado da infecção . 

 

A transmissão do vírus ocorre pelas secreções respiratórias. O animal infectado pode transmitir a outro cão pelo contato direto ou através de objetos contaminados, ou ainda por pessoas que podem ser portadores do vírus em suas mãos ou roupas. 

 

cao tosse2.jpg

A gripe canina, tosse dos canis ou traqueobronquite infecciosa canina é extremamente contagiosa, caracterizada por provocar infecções respiratórias de início súbito, secreção nasal e ocular e ataques agudos de tosse, como se o animal estivesse engasgado com alguma coisa.

 

É considerada uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida ao homem, que esteja com o sistema imunológico comprometido, podendo evoluir para infecções respiratórias graves, como a pneumonia.

 

A recomendação é que agende uma consulta com um médico veterinário para avaliar precisamente e fazer as intervenções e exames necessários, no caso de o animal já estar apresentando sintomas como:

 

  • Tosse súbita ou persistente
  • Espirros
  • Corrimento nasal
  • Olhos lacrimejantes
  • Amarela ou verde descarga nasal
  • de cor amarelo-esverdeada
  • Desidratação
  • Perda de apetite
  • Fraqueza
  • Letargia
  • Febre
  • Respiração rápida e superficial
  • Dificuldade em respirar
  • Infecção bacteriana secundária
  • ou pneumonia

 

O tratamento é muito importante, pois além de proporcionar conforto ao animal, facilitando sua respiração, evitará que infecções secundárias agravem o curso clínico da doença. 

 

Vacinação cachorro.jpg

Já existem vacinas que previnem o animal contra essa enfermidade, devem ser administradas de preferência antes de começar o inverno, onde os casos aumentam efetivamente.

 

A vacinação deve ser iniciada ainda quando filhote, mas se o seu animal não tomou ainda, é possível que se faça um esquema vacinal efetivo seguindo a orientação do médico veterinário. Os animais idosos também devem ser vacinados devido à imunidade muitas vezes estar comprometida.

 

A prevenção é sempre a melhor forma de preservar a saúde do animal, independente da idade, raça ou porte.

 

 

A Veterinária Integral está pronta para oferecer as melhores vacinas contra a gripe canina e ajudar ao seu amigo de patas a passar pelo frio de inverno confortável, saudável e feliz!!